Sejam bem-vindos ao projeto “A Música Cantando a Nossa História – Um Rio de Sons”

PETRÓPOLIS

Com a apresentação e mediação de Saulo Laranjeira, o projeto apresentará no TEATRO AFONSO ARINOS – Centro de Cultura Raul de Leoni no dia 03  de maio às 19h o cantora e compositora FÁTIMA GUEDES e o cantor e compositor TONI MAGDALENA

Serão histórias de vida, permeadas de canções.

Todos os encontros serão registrados ao vivo, editados para serem exibidos em formato de minissérie.

SAULO LARANJEIRA

Humorista, ator, apresentador, cantor, narrador e compositor brasileiro.

Saulo Laranjeira é o idealizador e apresentador do programa televisivo Arrumação, desde 1987, que divulga o trabalho de artistas da autêntica cultura brasileira (músicos, cantores, poetas e contadores de causos) entremeado com apresentação de causos e personagens humorísticos interpretados pelo próprio Saulo.

Além destes, Saulo ainda interpreta o Deputado João Plenário do programa humorístico do SBT A Praça é Nossa, por mais de 20 anos.

Laborioso no resgate e preservação das tradições do sertão, Saulo gravou trabalhos de grandes poetas, a exemplo de Camillo de Jesus Lima, com seu Viola Quebrada – sendo que o personagem João Macambira, deste poema, também integra o rol daqueles personificados pelo artista.

Em 2011, participou como narrador do espetáculo Auto da Catingueira, obra de Elomar Figueira Mello, com gravação de DVD no Grande Teatro Palácio das Artes, tendo com participantes o Grupo Giramundo[1], Xangai e Dércio Marques.

Conheça mais ainda Saulo Laranjeira acessando o site e mídias sociais do artista. 

FÁTIMA GUEDES

Cantora e compositora

Fátima Guedes Iniciou carreira de compositora em 1973, e três anos depois, sua música Passional ficou em primeiro lugar consecutivo no Festival de Música da Faculdade Hélio Alonso. A canção Onze fitas (1978) foi gravada por Elis Regina no seu especial de final de ano e fez parte da trilha sonora da peça de teatro O dia da caça, de José Louzeiro. Assinou com a gravadora Odeon em 1979, que lançaria os três primeiros discos.

O primeiro sucesso radiofônico foi Mais uma boca (1980), que concorreu no Festival MPB/Shell. O álbum Coração de louca (1988) foi um dos pioneiros do selo independente Velas, que seria lançada três anos depois pela dupla Ivan Lins/Vitor Martins, lançando ainda os três álbuns subseqüentes: Pra bom entendedor… (1993), Grande tempo (1995), que teve duas canções indicadas para o extinto Prêmio Sharp de 1996 na categoria MPB, e Muito intensa (1999).

Diversos cantores têm no repertório músicas de Fátima Guedes, dentre os quais Simone, Maria Bethânia, Jane Duboc, Joanna, Zizi Possi, Mônica Salmaso, Leila Pinheiro, Ney Matogrosso e Nana Caymmi. Dentre as muitas composições, destacam-se: Flor de ir embora, Condenados, As pessoas, Pelo cansaço, Muito intensa, Absinto, Eu, Lápis de cor, Chora brasileira, Onze fitas, Arco íris, Passional, Cheiro de mato, A vida que a gente leva, Muito intensa, Mais uma boca, Ar puro, A bailarina, entre outras.

Lançou em 2006 o CD Outros tons, disco somente com canções esquecidas de Tom Jobim.

Conheça mais ainda Lucina acessando as mídias sociais da artista. 

TONI MAGDALENA

Cantor, triangleiro e compositor

Com formação na música sacra, já aos dez anos de idade participava de grupos de
quarteto vocal e logo seria inserido ao mundo dos corais, participando do Coral da UCP e várias formações de bandas estudantis de MPB. Profissionalização como ator de teatro sempre voltado a música. Participação em gravação de CD institucional do grupo Accor intitulado terra esperança com a participação do renomado Toquinho, com 100 mil cópias vendidas.

Fundador do grupo Zé vagão com música e teatro com turnês pelo sul do país onde levou o grupo a fundar posteriormente a Banda Tribo de Gonzaga, atual trabalho com 18 anos de trajetória com 4 álbuns lançados com músicas autorais.

Conheça mais ainda Toni Magdalena acessando o site e mídias sociais dos artistas. 

COMO CHEGAR

TEATRO AFONSO ARINOS

CENTRO DE CULTURA RAUL DE LEONI
Praça Visconde de Mauá, 305 Centro de Petrópolis – RJ

ENTRADA FRANCA

Classificação Etária Livre

Distribuição de senhas a partir das 18 horas  |  Ingressos limitados